Quebre Barreiras e Utilize o BIM – Parte 1

Esta série de artigos tem por objetivo animar você, caro leitor, quanto ao estudo e uso do BIM, e mostrar que essas “Barreiras” podem ser utilizadas como trampolim para você mergulhar nesse novo (?) mundo.

O tema é amplo e para que possamos compreender toda sua amplitude decidi dividir em partes.

Vamos começar por entender alguns dos termos que fazem parte do mundo BIM.

Hardware e Software

Há tempos que conhecemos a piada:

“Hardware é a parte que você chuta, software é a parte que você xinga!”.

“Hard” em Inglês quer dizer duro ou rígido, então hardware é a parte física da informática, que são os itens que compõem o computador e que podem ser quebrados ou queimados¹.

“Soft” em Inglês quer dizer leve, macio ou fraco, então software é toda parte lógica da informática, que são os programas que utilizamos, tais como Windows, Revit, AutoCAD e outros¹.

Se você não entender a importância deles não dá nem pra começar a colocar a pontinha do pé do lado de cá da linha!

Pode parecer desnecessário, pois como profissionais que somos temos impregnados no subconsciente a idéia de que “isso é um ponto pacífico, que todos sabem…”, mas a realidade pode ser bem diferente. Não querendo desmerecer marcas ou modelos, cito um exemplo: Não existe a possibilidade de um programa “pesado” como o Lumion funcionar satisfatoriamente em um “computador qualquer”, pois o software em questão utiliza recursos que o hardware não possui.

Se você quer entrar no mundo BIM você precisa estar preparado tecnologicamente falando, ou seja: investir em Hardware compatível com os Softwares que deseja.

Investir demanda 2 coisas: uma coisa é a palpável e a outra coisa é a abstrata. No entanto, se não andarem juntas, não têm razão de ser.

A coisa palpável é a dona das noites de insônia de muitos de nós, ou seja, é o investimento financeiro.

A coisa abstrata é o combustível de toda e qualquer mudança, ou seja, é a sua vontade.

Ok, mas e agora?

Você pode achar que é mais importante ter dinheiro pra investir ou você pode achar que é mais importante ter vontade de aprender, mas a verdade é que se você não juntar essas duas coisas de nada adiantará ter dinheiro e não ter vontade de aprender, e vice-versa.

É um motor que demanda, mas que te leva. Não entendeu?

Se você não investir tempo e dinheiro não terá condições de competir no mercado de trabalho e mesmo de encontrar seu lugar, conquistar seu espaço.

Uma coisa leva a outra: se você não for um profissional atualizado e disposto a continuar sua evolução, então brevemente você poderá fazer parte daqueles que ficaram para trás.

Então veja: A tal “Barreira” aqui é justamente exigir que você invista e queira aprender e se atualizar, e, no final de tudo, isso pode ser considerado realmente uma “Barreira” ou um “Trampolim”?

É a união da prática com a teoria, pois uma não “anda” sem a outra, sendo que o investimento pode ser considerado a parte prática e a vontade de aprender pode ser considerada a parte teórica.

Peopleware

Completando a frase: Hardware é a parte que você chuta, software é a parte que você xinga e peopleware é a parte que você demite (ou não).

Os profissionais que gerenciam as equipes de projeto sabem bem a importância disso. Peopleware nada mais é do que, em termos bem simples dentro do nosso contexto de trabalho, o usuário de computador. Sim, é isso mesmo: eu e você somos peopleware!

Eu acho que você já está começando a entender que todos esses conceitos se relacionam e se complementam, não é mesmo?

Uma boa equipe exige que cada membro seja um bom “peopleware”, ou seja: Um profissional capacitado, atualizado e que saiba trabalhar em equipe, seja pessoal ou virtualmente.

Um bom peopleware é uma pessoa assim: em constante aprendizado.

O meu amigo Arquiteto Fabio Santanaresumiu muito bem:

“…Normalmente quem tem problemas com BIM é o escritório que não tem um bom PEOPLEWARE. Não dá para enrolar quando o BIM é de verdade.”

E ele ainda foi além, e complementou:

“Ou você sabe o que está fazendo ou será mais um BIMWASH.”

E o que é um BIMWASH?

BIMWASH

BIM WASH ou PSEUDO BIM: Esse termo envolve tanta coisa que merece um curso, o qual já existe, mas está em Inglês. Eu entrarei em contato com o autor do curso, O Mestre Bilal Succar³, para solicitar autorização para traduzir.

De acordo com Bilal Succar³:

“BIM Wash is a term describing the inflated – and sometimes deceptive – claim of using or delivering Building Information Modeling products or services.”

Tradução:

“BIM Wash é um termo que descreve a alegação inflada – e às vezes enganosa – de usar ou fornecer produtos ou serviços de Building Information Modeling.”

E, de acordo com o BIMdictionary4(ao qual Bilal Succar também é afiliado):

The act of promoting an inaccurate view of one’s BIM ability or credentials. BIM Wash applies to all types of BIM Players and can be measured using a 5-level scale:

 [0] No BIM Wash or no BIM Claim,

[1] Confusion or unintentional BIM Wash,

[2] Inexperience or mild BIM Wash,

[3] Exaggeration or considerable BIM Wash, and

[4] Illusion or severe BIM Wash”

Tradução:

“O ato de promover uma visão imprecisa ou falsa da sua habilidade ou credenciais de BIM. O Pseudo BIM (ou BIM Wash) aplica-se a todos os tipos de Participantes BIM e pode ser medido usando uma escala de 5 níveis:

[0] Não há Pseudo BIM ou não é feita nenhuma afirmação sobre sua capacitação em BIM,

[1] Confusão ou Pseudo BIM involuntário,

[2] Inexperiência ou Pseudo BIM leve,

[ 3] Exagero ou Pseudo BIM considerável, e

[4] Ilusão ou Pseudo BIM grave”

Resumindo: Eu acho que você já entendeu que ser um BIM WASH é ser uma pessoa que “vende ilusões”, para não usar termos pejorativos.

Então NÃO SEJA um BIM WASH!

Até o próximo artigo da Série Quebre Barreiras e Utilize o BIM!

 

Bibliografia e Referências consultadas:

¹: Fonte Blog da Informática Microcamp

2: Fonte Fabio Santana

3: Fonte Bilal Succar

4: Fonte BIMdictionary

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Luciana Klein

Desenhista Industrial com Habilitação para Projeto de Produto pela Universidade Santa Cecília dos Bandeirantes - UNISANTA (1992). Fundou em 2001 o Portal CADKlein (www.cadklein.com.br). Especialista, Consultora e Instrutora de AutoCAD 2D e 3D, Básico e Avançado, desde 1997. Autodesk Expert Elite desde 2013, Membro do AutoCAD Blogger Council desde 2014, Autodesk Educator Expert desde 2015, Instrutora Autorizada Autodesk, Autora Autorizada Autodesk. Possui Certificações Professional AutoCAD 2009 até 2018. Palestrante nos eventos da Autodesk em São Paulo por vários anos. Palestrante no evento da Autodesk AU Las Vegas em 2015. Autora de Cursos Online sobre AutoCAD 2D, 3D, Básico e Avançado. Foi instrutora nos cursos Técnicos no SENAI, onde ministrou as disciplinas de Desenho Técnico e AutoCAD. Autora de 8 Livros sobre AutoCAD pela Editora Viena, Autora de 6 Ebooks sobre AutoCAD, Tradutora do Livro AutoCAD 2012 e AutoCAD 2012 LT Essencial - autor Scott Onstott, publicado no Brasil pela Editora Grupo A. Parceira comercial de Bentley Systems Brasil: Estudando e desenvolvendo Cursos de MicroStation e AECOsim. Parceira comercial de Briscsys: Estudando e desenvolvendo Cursos de BricsCAD.

Este post tem 6 comentários

  1. Avatar

    Excelente início! Ótimo artigo. Gratidão pelo aprendizado.

    1. Avatar

      Olá Luciana!

      Muito obrigada por acompanhar nossos posts!!!

      Grande abraço da sua xará!

      🙂

  2. Avatar

    Excelente artigo! Obrigada por compartilhar conosco!

    1. Avatar

      Olá Vanderléa!
      Muito obrigada e o prazer é nosso em compartilhar!
      Grande abraço!
      🙂

  3. Avatar

    Nossa, muito bom artigo. Foi meu primeiro aqui, e vou tirar um tempo para ler todos os outros. Parabéns!!!

    1. Avatar

      Olá Claudio!
      Muito obrigada e sinta-se à vontade para comentar e compartilhar conosco suas opiniões!
      Grande abraço!
      🙂

Deixe uma resposta

Sobre a Autora

Luciana Klein

Desenhista Industrial com Habilitação para Projeto de Produto pela Universidade Santa Cecília dos Bandeirantes - UNISANTA (1992). Fundou em 2001 o Portal CADKlein (www.cadklein.com.br). Especialista, Consultora e Instrutora de AutoCAD 2D e 3D, Básico e Avançado, desde 1997. Autodesk Expert Elite desde 2013, Membro do AutoCAD Blogger Council desde 2014, Autodesk Educator Expert desde 2015, Instrutora Autorizada Autodesk, Autora Autorizada Autodesk. Possui Certificações Professional AutoCAD 2009 até 2018. Palestrante nos eventos da Autodesk em São Paulo por vários anos. Palestrante no evento da Autodesk AU Las Vegas em 2015. Autora de Cursos Online sobre AutoCAD 2D, 3D, Básico e Avançado. Foi instrutora nos cursos Técnicos no SENAI, onde ministrou as disciplinas de Desenho Técnico e AutoCAD. Autora de 8 Livros sobre AutoCAD pela Editora Viena, Autora de 6 Ebooks sobre AutoCAD, Tradutora do Livro AutoCAD 2012 e AutoCAD 2012 LT Essencial - autor Scott Onstott, publicado no Brasil pela Editora Grupo A. Parceira comercial de Bentley Systems Brasil: Estudando e desenvolvendo Cursos de MicroStation e AECOsim. Parceira comercial de Briscsys: Estudando e desenvolvendo Cursos de BricsCAD.

Posts

Tags

×
×

Carrinho